Guia do Estudante

Sisu

Cursos de Engenharia, Administração e Economia da USP aderem ao Sisu

Número de vagas aumentou 34% em relação ao ano passado

da redação | 28/06/2016 13h 19

A Escola Politécnica (Poli) e a Faculdade de Economia, Administração, e Contabilidade (FEA) da Universidade de São Paulo (USP) vão aderir à seleção pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que utiliza a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As informações são dos jornais Folha de S.Paulo e O Estado de S. Paulo.


Praça do relógio da USP (Foto: Cecília Bastos/USP Imagens)

A Poli, que concentra grande parte dos cursos de Engenharia, divulgou que serão oferecidos 10% das 870 vagas totais da Poli, todas para ampla concorrência – ou seja, sem reserva de vagas para cotas. Já na FEA, serão 30% das 590 vagas exclusivamente para estudantes de escola pública.

Com esta adesão, somado o aumento das unidades que já haviam participado na última edição do Sisu, o número de cadeiras totaliza agora 1.996, aumento de 34% em relação ao ano passado.

A Poli é a única unidade da USP a não reservar vagas para cotistas. No último dia 16, a Escola de Comunicações e Artes (ECA) também anunciou adesão, mas apenas para os cursos Educomunicação, Biblioteconomia, Jornalismo, Editoração, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas e Turismo.

Em 2015, a USP aderiu ao Sisu com 1.489 vagas, distribuídas em 140 cursos, dentre cerca de 11 mil disponíveis por ano. Mas, devido às altas notas exigidas para alguns cursos, 11 cursos terminaram sem nenhum aprovado. Ao fim do processo, só 814 vagas (55% do total destinado) foram preenchidas pelo Sisu.

Compartilhe