Guia do Estudante

FIES

Um a cada três estudantes em 18 estados usa Fies ou ProUni

Estados com maior proporção são o Acre, o Mato Grosso e o Amapá

da redação | 24/08/2016 16h 21

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Programa Universidade para Todos (ProUni) financiam os estudos de um a cada três alunos do ensino superior privado em 18 estados do Brasil. Considerando todos os estados, a proporção de beneficiados é de 30%, sendo 22% apenas do Fies.

>> MEC estabelece regras para vagas remanescentes do Fies

Os dados são do IDados, instituto de pesquisa educacional que relacionou dados do Ministério da Educação entre 2009 e 2014. Dos 5,9 milhões de estudantes de faculdades particulares no país, 2,33 são usuários dos programas.

Os estados com maior proporção são o Acre, o Mato Grosso e o Amapá, com, respectivamente, 74%, 67% e 58% de beneficiados. No caso do Fies, foi registrado um alto número de inadimplência: cerca de 47% dos financiamentos contratados estão em situação irregular. O estudo avalia que o valor das prestações varia de 3 a 11% do salário dos contratantes.

>> Estudantes do ProUni e Fies terão prioridade nos estágios em órgãos federais

Das bolsas do Fies, cerca de 58% se concentram em 9 cursos, sendo os mais procurados Enfermagem, Fisioterapia, Engenharia Civil, Psicologia e Direito. Os grandes grupos educacionais (Estácio, Kroton-Anhanguera, Unip e Laureate) têm 30% do total de matrículas.

O Fies oferece financiamento de cursos em instituições privadas a uma taxa efetiva de juros de 6,5% ao ano. Para participar é necessário ter realizado alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2010, com pelo menos 450 pontos na média nas provas do Enem. Também é necessário não ter tirado zero na redação.

Já o ProUni oferece bolsas integrais (100%) ou parciais (50%) para o ensino superior privado. Para concorrer, os candidatos devem: ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral; ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente como bolsista integral; ser pessoa com deficiência; ser professor da rede pública de ensino.

Compartilhe