Guia do Estudante

BIOCOMBUSTÍVEIS

Tecnológico

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

Este tecnólogo conhece os processos de obtenção de biocombustíveis produzidos de materiais como cana-de-açúcar, carvão vegetal e plantas oleaginosas (girassol, dendê, soja, amendoim, mamona). ele atua no desenvolvimento de produtos bioenergéticos – como o álcool combustível e o biodiesel – e no controle da produção e da qualidade das fontes alternativas de energia. Também cuida do gerenciamento e controle da matéria-prima, logística, vendas, segurança do trabalho e gestão de recursos humanos de empresas do setor. outra responsabilidade desse profissional é analisar se a produção afeta o meio ambiente. Pode atuar em usinas, destilarias, na agroindústria ou como consultor, com prestação de serviços.

Mercado de Trabalho

Mesmo enfrentando crises, o setor de etanol deve continuar com uma produção expressiva, seja para consumo interno, seja para exportar. o país é um dos líderes mundiais em bioenergia. Por isso, há boas perspectivas para este tecnólogo. a agência internacional de energia (IEA) estima que até 2035 a produção de biocombustível no Brasil deve crescer 200%, e o país será responsável por 40% da exportação mundial. além disso, o consumo de etanol deverá crescer. o profissional trabalha em diversos segmentos do mercado: produção agrícola e energética, área química, logística, vendas, manutenção de equipamentos e controle de qualidade. A maior demanda se concentra no interior de São Paulo. Porém, há mercado em expansão no Paraná, Minas gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, Alagoas, Bahia.

As melhores escolas

Curso

O curso mescla disciplinas da área de administração com aquelas ligadas à bioenergia. Assim, o aluno estuda contabilidade, logística, desenvolvimento de mercado, sociologia e filosofia. Além disso, aprende química, biologia, física e preservação ambiental, processos de biodiesel e álcool e gestão da produção. Há muitas aulas práticas. Em química, por exemplo, o estudante faz análises sobre a cana-de-acúcar para medir o teor de sacarose e sobre amostras de óleo para verificar seu grau de acidez. Já na usina-piloto, ele acompanha a produção do biodiesel ou do álcool e monitora o andamento do tratamento de efluentes.

Duração média: 3 anos.

Outro nome: Bioenergia.

Compartilhe