Guia do Estudante

MECÂNICA

Tecnológico

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

Esse tecnólogo projeta e instala máquinas operatrizes convencionais ou automáticas que integram linhas de produção, além de gerenciar sua operação e manutenção. Pesquisa desenvolve e implanta softwares para operar equipamentos e, em parceria com o engenheiro de produção, escolhe materiais e tecnologias a ser empregados na usinagem. Outra área de atuação encontra-se nas empresas do ramo metalmecânico, como metalúrgicas e fábricas de autopeças.

Mercado de Trabalho

"Até 2011, o mercado vinha em uma onda de crescimento. Já no primeiro semestre de 2012, houve estabilização, em razão da atual conjuntura econômica internacional", diz o professor Emanuel Rezende Rodrigues, da UEA, em Manaus (AM). Os principais empregadores são a indústria de petróleo e gás, o setor automotivo, usinas de geração de energia elétrica e indústrias eletroeletrônicas, em que o profissional atua, principalmente, nas áreas de produção e manutenção. "A especialização em produção mecânica oferece as melhores oportunidades de trabalho por causa da adoção de novas tecnologias e de rigorosos processos de controle da qualidade", diz o professor. O Sul e o Sudeste concentram as melhores oportunidades para o tecnólogo. No Nordeste, há boas perspectivas para os próximos anos, já que o setor industrial vem crescendo muito na região. Manaus, por causa da Zona Franca, também oferece boas chances.

Salário inicial: R$ 3.000,00 (fonte: prof. Sandro de Paula Pires, da Ensitec).

As melhores escolas

Curso

Os enfoques podem variar de instituição para instituição, mas os cursos da área têm uma plataforma curricular comum. Entre as matérias estudadas, estão termodinâmica, dinâmica dos fluidos, tecnologia de dispositivos e processos de produção. Em laboratório, aprendem-se técnicas de tratamento térmico de materiais, construções motoras e sistemas hidráulicos e pneumáticos. Essas disciplinas são complementadas no decorrer do curso com o conhecimento de robótica, manufatura automatizada, óptica, microprocessadores e metrologia. Nem todas as instituições de ensino obrigam os alunos a fazer o estágio. Mas para levar o diploma é preciso preparar um trabalho de conclusão de curso.

Atenção: algumas escolas oferecem formação específica, como projetos e processos de produção. Outras focam numa área determinada, como refrigeração, sistemas automotivos e soldagem.

Duração média: três anos.

Outros nomes: fabric. Mecân.; Manut. Mecân.; proj. Mecân.; refrigeração e Climatização; sist. Automotivos; soldagem.

O que você pode fazer

Gestão de manufatura

Dirigir os processos de usinagem, garantindo o bom funcionamento das máquinas e o padrão de qualidade dos produtos produzidos em linha.

Manutenção de máquinas e equipamentos

Consertar equipamentos, dispositivos controladores e processadores e acompanhar seu funcionamento.

Mecânica de precisão

Desenvolver atividades voltadas para a produção de equipamentos controlados por sensores elétricos e ópticos ou por microcontroladores automáticos.

Mecatrônica

Programar e integrar eletronicamente máquinas-ferramentas. Automatizar os processos de produção. Construir robôs industriais com capacidade de reprogramação automática.

Processos

Montar tornos mecânicos, motores de combustão e caldeiras e acompanhar seu desempenho. Usar ferramentas eletrônicas de automatização de máquinas e processos.

Projetos

Criar equipamentos, instalações e dispositivos mecânicos industriais, com a utilização de ferramentas de simulação que permitam a concepção de objetos virtuais em 3D.

Soldagem

Coordenar os serviços de ligação e solda de peças e estruturas metálicas utilizadas na engenharia.

Compartilhe