Guia do Estudante

Estudar

África - Aspectos Humanos e Econômicos

Natália Becattini | 26/11/2013 09h32

Com mais de 50 países, a África é também um caldeirão de diferenças em aspectos físicos, econômicos e humanos. Veja 10 fatos sobre o continente. Na África predominam os planaltos antigos e desgastados, normalmente a menos de mil metros de altura. As planícies ficam restritas às regiões próximas ao litoral ou de grandes rios, como o Senegal (foto) e o Gâmbia. (Foto: Wikimedia Commons) O Mar Vermelho, entre a África e a Península Arábica, se originou de uma enorme falha geológica. Foi assim que o relevo da região foi rebaixado, acumulando água e formando o Planalto dos Grandes Lagos. (Foto: Wikimedia Commons) Quem pensa que só de Saara vive a Ásia está enganado. A vegetação do continente é variada. Há florestas equatoriais no Congo, onde predomina clima quente e úmido. A África também inclui savanas (foto), estepes, desertos e vegetação mediterrânea, mar que banha o norte do continente. (Foto: Wikimedia Commons) Muitas das nações africanas passam por problemas políticos ou estão em guerra civil. Com isso, essas nações têm economias pobres e não geram riquezas para a população. Muitos países têm altas taxas de mortalidade e baixa espectativa de vida. (Foto: Wikimedia Commons) As guerras que afetam parte do continente tem origem na colonização, quando tribos rivais foram obrigadas a viver num mesmo país, segundo a partilha do continente pelas potências europeias. O fim da Segunda Guerra Mundial trouxe a independência, mas as tribos passaram a disputar o poder entre si. (Foto: Wikimedia Commons) Mas nem todo o continente é assim. Um erro comum é achar que a situação de alguns países é a de todos os africanos - a África do Sul (foto), por exemplo, é relativamente pacífica e parecida com o Brasil em muitos aspectos, sendo também um país integrante dos BRICS devido ao seu crescimento nos últimos anos. (Foto: Wikimedia Commons) A África tem grandes reservas minerais. Mesmo assim, alguns países enfrentam obstáculos para gerar riquezas. Como são exportadores apenas de gêneros alimentícios e minerais, as nações africanas são mais afetadas pela variação internacional dos preços. (Foto: Wikimedia Commons) Os recursos minerais africanos (como petróleo e diamantes) são dominados por poucos, que comumente os usam para financiar guerras civis e não para o desenvolvimento socioeconômico. (Foto: Wikimedia Commons) A Somália (foto), que fica no chamado Chifre Africano, tem uma das situações mais críticas do continente. O país vive em Guerra Civil desde de 1991 e teve suas instituições - governo, justiça, polícia - dissolvidas. (Foto: Wikimedia Commons) Com a falência do governo do país, atividades como a pirataria ressurgiram na Somália. Navios cargueiros foram sequestrados pelos piratas, que faziam pedidos milionários de resgate. Essa região é rota de passagem de grande parte do petróleo do Oriente Médio, o que chamou atenção mundial para o problema. (Foto: Wikimedia Commons)

África - Aspectos Humanos e Econômicos

Leia mais

Com mais de 50 países, a África é também um caldeirão de diferenças em aspectos físicos, econômicos e humanos. Veja 10 fatos sobre o continente.