Guia do Estudante

Estudar

Entenda o que são e como funcionam os cursos MOOC

Gratuitos e totalmente online, eles proporcionam acesso a diversos tipos de conteúdo - desde ética e justiça até biotecnologia

Ana Carla Bermúdez | 25/05/2016 12h30

Com a facilidade de ter um mundo de conteúdo ao alcance de um clique, a internet está hoje completamente inserida em nossas rotinas. Apesar de termos uma relação um pouco complicada com essa acessibilidade (afinal, quem nunca passou mais de uma hora online clicando em links irresistíveis, mas inúteis?), o uso da internet como ferramenta de ensino vem crescendo muito nos últimos tempos. Os MOOCs - Cursos Online Abertos e Massivos, do inglês Massive Open Online Courses - fazem parte desse processo, oferecendo conteúdo gratuito através de ambientes virtuais de aprendizagem. Entenda mais sobre esse conceito e como ele funciona a seguir. (Imagem: iStock) Os MOOCs nada mais são que cursos gratuitos online que dão acesso às mais diferentes áreas de conteúdo. Pode até soar como enganação, mas não é! Inclusive, muitas universidades renomadas têm se unido e organizado diversas plataformas para ampliar a oferta desse tipo de ensino online e gratuito: Harvard, Yale e Oxford são só algumas das instituições que estão envolvidas nesse processo. (Imagem: iStock) As maiores e mais conhecidas plataformas internacionais de MOOCs são o Coursera (http://www.pt.coursera.org), o edX (http://www.edx.org/) e o Udacity (http://www.udacity.com/). Elas oferecem uma enorme seleção de MOOCs que possibilitam a qualquer um estudar, descobrir uma nova paixão por um campo de interesse ou se aprimorar em habilidades que podem ser úteis para o seu estudo ou trabalho. A maior parte do conteúdo está em inglês - apenas alguns cursos possuem legendas em português. No Brasil, uma das plataformas mais famosas é a Veduca (http://www.veduca.com.br/), que tem parcerias com instituições como a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade de Brasília (UnB). (Imagem: iStock) É verdade que os cursos online em geral já existem há algum tempo, mas a grande diferença dos MOOCs é que eles são oferecidos de graça e não exigem nenhum tipo de participação presencial dos alunos. Tudo pode ser feito pela internet, desde assistir as aulas até fazer provas. Além disso, os MOOCs têm sido caracterizados pelo fato de que grande parte das universidades que os oferecem têm uma reputação global muito forte, assim como os professores envolvidos no desenvolvimento desses cursos. (Imagem: iStock) As plataformas responsáveis pelos MOOCs costumam oferecer certificados para aqueles que concluírem o curso com sucesso e passarem no exame final (ou qualquer outro tipo de controle estabelecido). O único detalhe é que esse certificado geralmente não sai de graça - os preços variam conforme a plataforma e o curso. De qualquer maneira, é possível ter acesso a todo o conteúdo do curso e inclusive fazer as provas exigidas sem precisar pagar pelo certificado. A diferença de tê-lo é bastante pontual. Para quem busca aprimorar o currículo em determinada área, por exemplo, investir em um certificado pode valer bastante a pena. (Imagem: iStock) Qualquer pessoa com acesso à internet pode fazer um MOOC: não existe nenhum tipo de exigência de idade ou escolaridade mínima. Alguns dos MOOCs oferecidos pelas plataformas internacionais, porém, existem apenas em inglês. Ter um conhecimento de nível intermediário da língua é necessário para conseguir acompanhar esses cursos. Mesmo assim, existem as plataformas nacionais, como o Veduca, que oferecem vários cursos em português. (Imagem: iStock) Pense em algo diferente que você gostaria de aprender sobre - seja biotecnologia, misticismo ou fotografia, as chances de que você encontre um MOOC relevante sobre o assunto são extremamente altas. Alguns deles são introdutórios, para quem nunca teve contato com o tema, enquanto outros são mais complexos e oferecem materiais que são utilizados até em cursos de graduação e pós-graduação. (Imagem: iStock) Além de oferecer conhecimento sobre as mais diversas áreas, os MOOCs proporcionam contato entre pessoas do mundo inteiro através de fóruns e discussões de vídeo em tempo real durante as aulas. Assim, além de ampliar sua gama de conhecimentos, você pode ainda expandir a sua rede de networking. (Imagem: iStock) Os MOOCs podem variar entre os mais diversos tipos e níveis, desde aqueles que têm apenas uma aula até os que oferecem uma formação mais completa. Para encontrar programas de nível de graduação certificados, o melhor é pesquisar nos sites de universidades. Já se o intuito é apenas expandir horizontes de conhecimento, você pode se inscrever nos boletins de e-mail de cada plataforma e também segui-las nas mídias sociais - assim, você sempre saberá quando um novo ‘pacote’ de cursos estiver prestes a começar. (Imagem: iStock)

Leia mais

Com a facilidade de ter um mundo de conteúdo ao alcance de um clique, a internet está hoje completamente inserida em nossas rotinas. Apesar de termos uma relação um pouco complicada com essa acessibilidade (afinal, quem nunca passou mais de uma hora online clicando em links irresistíveis, mas inúteis?), o uso da internet como ferramenta de ensino vem crescendo muito nos últimos tempos. Os MOOCs - Cursos Online Abertos e Massivos, do inglês Massive Open Online Courses - fazem parte desse processo, oferecendo conteúdo gratuito através de ambientes virtuais de aprendizagem. Entenda mais sobre esse conceito e como ele funciona a seguir. (Imagem: iStock)