Guia do Estudante

Feira do Guia do Estudante em Belo Horizonte - MG - Alterar para São Paulo - SP

Feira Guia do Estudante. Encontre a direção certa para a sua carreira Inscreva-se

Notícias

Odilon Esteves fala da carreira de ator na Feira GE BH

Texto: Luiza Lages // Foto: Divulgação

O ator Odilon Esteves, que atuou no longa "Batismo de Sangue" (2006), de Helvécio Ratton, e na minissérie da Rede Globo "Queridos Amigos" (2008), compartilhou sua história no teatro e nas telas com os estudantes presentes na Arena neste sábado (08) na Feira GE Belo Horizonte.

"Da minha turma de amigos do ensino médio, eu fui o único que fez artes. Na época, era uma incógnita para mim e para minha família se essa era uma opção arriscada. Com uma certa idade, todos esses meus amigos alcançaram uma estabilidade financeira, menos eu", conta o Odilon. Ele se formou no Curso Técnico de Teatro do Cefar - Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado/ Palácio das Artes e, mais tarde, em Artes Cênicas na UFMG.

O ator não mentiu ou tentou disfarçar, e logo falou do teatro como uma carreira instável. "Eu tenho que me desdobrar: faço locução, comerciais, dou aula, e vez ou outra participo de alguma coisa na TV. Esse glamour que existe em torno da profissão de ator não é real, é uma construção comercial", afirma. Para ele, quem trabalha na área deve criar oportunidades: "há muitas possibilidades na nossa carreira a serem inventadas. Quando você ama, você vai buscando".

Ao lado de alguns colegas do Cefar, Odilon fundou há dez anos a Cia. Luna Lunera, que atua em BH e já realizou diversos espetáculos. "Essa é a forma que a gente encontrou de ter alguma autonomia. Podemos produzir e fazer as coisas do nosso jeito", diz. O ator também criou o Núcleo Cênico do Colégio Arnaldo, que ensina teatro para alunos da 8ª série ao 3º colegial. Ele ainda comanda outros projetos em colégios e faculdades, com o objetivo de difundir a literatura e o teatro e incluir a arte no cotidiano dos jovens.

"Eu acho que quando a gente faz uma escolha, é digno ir pelo caminho seguro, optar pela estabilidade financeira. Mas isso não garante a nossa estabilidade emocional. Quando meus amigos vieram conversar comigo naquela época, preocupados com a minha condição financeira, eu fiquei com medo e questionei a minha escolha. Mas hoje eu sei que foi o certo... Eu faço o que eu amo", explica Odilon Esteves. Ele ainda lembra que a formatura não determina a vida profissional de uma pessoa, e que outros caminhos podem ser trilhados depois: "meu projeto de vida é passar por essa travessia de uma forma bonita".

Voltar

EXPOSITORES

  • UNIFENAS
  • INATEL
  • PITÁGORAS
  • ESTÁCIO
  • UNIP
  • NEWTON PAIVA
  • PRAVALER
  • UNIBH
  • IFMG
  • UNIFEI
  • FUMEC
  • CEFET
  • UNA
  • SENAC

Últimas notícias BH: Primeira Feira GE BH chega ao fim com sucesso de público leia maisOdilon Esteves fala da carreira de ator na Feira GE BH leia maisCris Guerra fala sobre sua trajetória na Feira GE BH leia maisEstudantes avaliam o 1° dia da Feira GE Belo Horizonte leia maisMédico do Cruzeiro fala sobre a carreira de medicina leia mais